O PROCESSO DE CLIPPING E SUAS APLICAÇÕES

O PROCESSO DE CLIPPING E SUAS APLICAÇÕES

O que é Clipping?

Clipping pode ser definido como a atividade de selecionar conteúdo relevante em diversos meios de comunicação.  Inicialmente, a atividade de clipping começou com a seleção e recorte de notícias impressas de  jornais e revistas.  Posteriormente, com a proliferação de rádios e TVs as empresas também se interessaram pela clipagem destes meios de comunicação.

Já com o surgimento da Internet, houve uma explosão na produção de conteúdo, primeiramente por parte dos principais veículos de comunicação que rapidamente se expandiram para a web, depois com o surgimento de blogs, onde qualquer pessoa também poderia ser produtora de conteúdo.

As redes sociais aliadas ao desenvolvimento de toda a infraestrutura de dados e ao acesso da população aos smartphones geraram um impulso ainda maior na produção de conteúdo.

 

Principais tipos de Clipping

  1. Clipping Online
  2. Clipping Impresso
  3. Clipping de TV
  4. Clipping de Rádio
  5. Clipping de Mídias Sociais

Dentre alguns outros tipos de clipping podemos também considerar o Clipping de Anúncios Publicitários, também conhecido como Check de Marketing ou Check Publicitário e o Clipping de Preços, que é  o monitoramento online dos preços nos sites de e-commerce em tempo real, permitindo acompanhar todas a estratégias de preços de seus concorrentes. Esse tipo de clipping também acompanha anúncios de preços/promoções nos veículos impressos.

 

Por que contratar um serviço de Clipping?

Antes de contratar um projeto de clipping a empresa deve ter bem definido o escopo do projeto de monitoramento que deseja realizar, tanto no que se refere aos assuntos monitorados como também à amplitude de monitoramento, definindo não somente quais mídias monitorar, mas também a amplitude geográfica, podendo ser desde uma cidade, estado, país, até vários países.

As empresas normalmente contratam o serviço de clipping para monitorar:

  1. Produtos, serviços e principais executivos;
  2. Mercados de atuação;
  3. Clientes;
  4. Concorrentes;
  5. Eventos, Feiras, Congressos e Seminários;
  6. Legislação Vigente;
  7. Diários Oficiais;
  8. Comentários de consumidores nas redes sociais;
  9. Identificar Influenciadores, tanto na mídia tradicional quanto nas mídias sociais para saber: Quem está falando sobre determinado assunto? Com que frequência?  Qual a tonalidade?

 

Quem contrata um projeto de Clipping ?

Apesar da contratação do serviço de clipping estar mais ligado à área de comunicação corporativa e assessoria de imprensa, é importante ressaltar que um projeto de clipping bem desenhado pode ajudar no desenvolvimento da estratégia de negócios de toda a empresa.

Vejamos como as diversas áreas de uma empresa podem desenvolver seus projetos de Clipping

Comunicação Corporativa e Assessoria de Imprensa

  1. Relacionamento com a imprensa para lançamentos de produtos e serviços;
  2. Comunicação institucional;
  3. Relatórios Analíticos de Mídia;

Recursos Humanos

  1. Monitoramento de redes sociais das campanhas de Trainee;

Desenvolvimento de Produtos

  1. Identificação nas redes sociais de tendências de comportamento do consumidor;
  2. Monitoramento da repercussão nas redes sociais dos lançamentos de produtos e serviços próprios e de concorrentes;

Serviço de Atendimento ao Cliente

  1. SAC 2.0

Jurídica

  1. Compliance – monitoramento de clientes-chave identificando pessoas / empresas que tenham sido citadas em casos de corrupção que por ventura tenham algum tipo de relacionamento comercial com a empresa evitando processos judiciais, sanções e danos à reputação, capazes de afetar organizações de todos os portes.

 

Que perguntas devo fazer antes de contratar uma empresa de clipping?

  1. Que tipos de veículos de comunicação são monitorados (veículos impressos, rádio, TV, veículos online)? Qual a lista de todos os veículos monitorados? Qual a quantidade de veículos monitorados? A empresa cobre os veículos que tenho interesse em monitorar? A empresa tem a flexibilidade de incluir novos veículos para monitoramento considerando a minha própria estratégia de monitoramento?  Tem custo esta inclusão de novos veículos?
  2. Qual a amplitude geográfica do monitoramento? Uma cidade, um estado, uma região, um país, o mundo?
  3. É feito o monitoramento de mídias sociais? Quais redes? Facebook, Twitter, LinkedIn, Google+, Flickr, sites de reclamação, etc..
  4. Existe plataforma gráfica?
  5. Que tipos de relatórios consigo extrair? Posso conhecer alguns exemplos de relatórios? A empresa possui uma equipe de inteligência que desenvolva projetos de monitoramento customizados?

 

Um pouco da história*

A primeira empresa de clipping do mundo começou no ano de 1852 em Londres por um vendedor de jornais polonês chamado Romeike. Atores, escritores, músicos e artistas vinham visitar sua banca de jornal para procurar artigos sobre si mesmos. Foi, então, que Romeike percebeu que poderia transformar isso em um negócio rentável. A agência, mais tarde, se tornou Romeike & Curtice e agora é parte do grande grupo Cision (http://www.cision.com/us/). *https://goo.gl/6lGJmL

 

Edgar Muniz de Barros Moreira
Economista
Diretor Executivo da MITI Inteligência

Compartilhar: