Clipping de notícias: saiba como usar essa ferramenta estratégica

Fundamental para quem se preocupa com a credibilidade da empresa e não pode correr riscos em relação à imagem da marca, o clipping de notícias é a compilação das matérias e conteúdos associados, em arquivos físicos, digitais ou ainda, por acesso online. O clipping pode ser referente à empresa, produtos, serviços, projetos, eventos, executivos, e tudo mais que esteja relacionado à imagem da marca.

Realizado por meio do monitoramento constante dos canais de comunicação (sites/blogs, jornais, revistas, rádio, TV e redes sociais), seu objetivo principal é simples: permitir que a organização saiba o que estão dizendo sobre sua empresa, o mais rapidamente possível, a fim de que possa não só acompanhar a evolução desses contextos, como a tonalidade associada e, principalmente, tomar decisões estratégicas, com base nesse cenário que se forma.

Independente do quanto você conheça sobre essa atividade imprescindível para proteção e evolução de branding, este artigo foi elaborado para apresentar a evolução do clipping de notícias e comprovar por que ele deve ser visto como uma ferramenta estratégica. Aproveite!

A evolução do clipping de notícias

Uma tarefa manual de corte e colagem, em que os responsáveis pelo clipping faziam um trabalho de “scanner” nas revistas e jornais, procurando as marcas, nomes e/ou citações de interesse de seus clientes — foi assim que tudo começou.

Na época, década de 90 e início dos anos 2000, esses profissionais (clipadores) iniciavam as suas atividades muito cedo, assim que os jornais físicos ainda, eram liberados pela imprensa, e terminavam bem tarde, “passando os olhos” em praticamente tudo o que foi divulgado na mídia espontânea.

Ao final do dia, eles compilavam todas as informações encontradas em uma espécie de ficheiro. No dia seguinte, logo no início da manhã, enviavam esse compilado final (e físico) para o solicitante do serviço, normalmente via motoboys.

No entanto, com o advento da internet somado ao expressivo aumento no volume de veículos (impressas e online), além do aumento da expressividade e surgimento de novos canais de mídia (TV, rádio, mídias sociais, podcasts, etc) esse processo manual foi substituído, gradativamente, pelas soluções de web crawler, sistemas desenvolvidos para entrar nos sites e indexar as notícias encontradas.

A partir de então, a compilação em formato físico passou a ser oferecida no digital, e nos dias de hoje, a sistemática de desenvolvimento do clipping de notícias também evoluiu muito, conquistando uma posição muito mais elevada, sendo realizado por plataformas especializadas e altamente eficientes. São mais efetivas, abrangentes, dinâmicas, imediatas e, em alguns casos, até mesmo interativas!

O clipping de notícias como ferramenta estratégica

Logo, seguindo a modernidade, os avanços da tecnologia da informação, permitiram que o clipping de notícias assumisse um papel estratégico. Mais do que apenas acompanhar as citações da mídia que envolvem a marca, sua realização contribui fortemente para a inteligência do negócio.

Nesse sentido, ele afere, dentre outras funções, um diagnóstico exato acerca do posicionamento da empresa no mercado, mensurando seu alcance, o tom positivo ou negativo associado às referências, anuncia as ações da concorrência, apresenta as decisões dos grandes players do mercado, acompanha as mudanças legislativas que podem impactar o negócio e, ainda, avalia o quão efetiva está a sua comunicação, a partir da percepção dos consumidores, que se posicionam espontaneamente sobre ações, produtos e marcas todos os dias, gerando um volume imenso de conteúdo relevante, que pode ser analisado de forma muito produtiva em favor das organizações.

Claro que esse conjunto de ideias e possibilidades são encontradas no universo do clipping de forma intrínseca e, para extrair todas essas condições e obter esse aspecto estratégico da atividade, é essencial contar com empresas especializadas nesse tipo de serviço. Do contrário, é improvável que você consiga conquistar resultados verdadeiramente satisfatórios, e continue a visualizar o clipping apenas como te foi apresentado – uma fonte estática de conteúdos para arquivo e apresentação da marca.

Os benefícios do uso do clipping de forma estratégica para o seu negócio

O clipping de notícias é recomendado porque permite entender:

  • cada vez mais sobre a sua companhia;
  • todo o mercado em que a organização está inserida, incluindo competidores, consumidores, produtos, serviços, inovações etc.;
  • os cenários políticos e econômicos e suas respectivas implicações para o negócio;
  • quem são os melhores influenciadores digitais (ou não) da marca e setor;
  • a real reputação da empresa;
  • antever as tendências;
  • antecipar os prováveis focos de danos à imagem;
  • detectar novas oportunidades comerciais e de crescimento;
  • colher feedbacks sobre lançamentos de produtos, ações e campanhas;
  • se preparar para concorrências e fechamento de negócios, conhecendo seu alvo.

Enfim, tudo o que foi dito até aqui serve como ponto de partida no que diz respeito ao clipping estratégico. Devido à sua abrangência, ele ainda permite a aplicação de projetos customizados, a serem pensados sob o ponto de vista da necessidade específica de cada cliente. O tema pode ir ainda muito além: quanto mais você souber, e quanto melhor assessorado for por uma empresa especializada na área, maiores serão os seus resultados.

Por essa razão, entre em contato conosco agora mesmo. Nossa equipe é especializada no assunto e está pronta para atendê-lo e tirar todas as sua dúvidas!

Compartilhar: