Análise da Concorrência: qual a importância e como fazer?

A análise da concorrência não se limita a saber o que o oponente está fazendo para fazer igual. Muito longe disso. Essa estratégia pode ser utilizada, entre outras coisas, para obter informações que servirão de inspiração para suas atividades.

O contrário também é válido, ou seja, quando você identifica algo não tão bom nas ações do concorrente e, assim, entende melhor o que deve evitar na sua empresa.

Neste post vamos esclarecer um pouco mais sobre a importância dessa técnica e como fazê-la, a fim de auxiliá-lo com o crescimento da sua marca.

Porque é importante fazer a análise da concorrência?

Uma maneira de se diferenciar do concorrente — e, assim, ter destaque sobre ele — é justamente saber como ele está atuando. Isso envolve desde os pontos positivos, os negativos, os produtos e serviços oferecidos, entre outros dados.

Estudar o mercado é fundamental para direcionar corretamente suas estratégias. Afinal, tudo está em constante mudança e, por mais que acredite que o seu modo de agir e vender é o ideal, saber como e o que as outras empresas estão oferecendo aos clientes (que poderiam ser seus) tem grande peso para o sucesso do seu negócio.

Somado a tudo isso, existem diversas vantagens que tornam a análise da concorrência um importante instrumento de crescimento para você, como profissional, e para a sua marca:

  • ajuda a tomar decisões mais acertadas, visto que você terá um conhecimento melhor do que acontece dentro do seu ramo de atuação;
  • traz uma boa base do resultado de ações tomadas antes por seus concorrentes e como isso pode ser positivo ou negativo para o seu negócio;
  • colabora para que sua empresa tenha uma vantagem competitiva;
  • permite aprender com os erros (ou acertos) dos oponentes;
  • capacita gestores, ampliando conhecimento e contribuindo, inclusive, para posturas competitivas mais éticas.

Nunca analise para copiar

Por mais que a ideia de fazer uma análise do concorrente remeta a copiar o que está dando certo para ele, vale lembrar que, conforme dissemos no início deste texto, o objetivo dessa técnica não visa isso. Mesmo porque cada empresa tem sua cultura, sua maneira de trabalhar, sua linguagem própria.

Sendo assim, talvez, uma das maiores vantagens dessa técnica seja justamente ampliar sua visão de negócio. Com isso, você tem a possibilidade de melhorar, ainda mais, a qualidade dos produtos e serviços que oferece ao seu público.

Além disso, é possível identificar as falhas dos concorrentes e aprimorá-las em favor da sua marca. Porém, copiar pontualmente qualquer atividade é, simplesmente, pedir para que seu negócio dê errado.

Como fazer a análise?

O primeiro passo para iniciar essa análise é verificar as próprias características da sua empresa, ou seja, o tamanho, as qualidades e defeitos, a capacidade de atendimento, os produtos e serviços oferecidos, entre outros pontos importantes. Somente com base nesse detalhamento será possível identificar, pontualmente, quem são seus concorrentes diretos.

Após isso, você estará pronto para realizar as seguintes ações:

  • agrupe seus concorrentes — começando pelas grandes empresas — e identifique o que eles oferecem ao público que esteja diretamente relacionado ao que a sua empresa também oferta;
  • analise as estratégias e identifique áreas de vulnerabilidade e pontos positivos;
  • encontre um diferencial entre tudo isso que sua marca possa explorar;
  • direcione seu estudo para empresas emergentes e descubra o que as diferencia e destaca.

Vale lembrar que a análise também não deve ter foco principal nos valores cobrados como base do sucesso, ou não, do seu oponente. Mesmo porque isso difere por conta de variados fatores, tais como a região de atendimento de cada empresa.

Em resumo, a análise da concorrência deve ajudar a sua empresa a identificar pontos que ajudam no crescimento da sua marca, mas sem deixar de lado a essência e o propósito inicial.

Mas para que todo esse levantamento seja feito corretamente, a ajuda de profissionais especializados é fundamental. Aproveite que está aqui, entre em contato agora com um dos nossos consultores e descubra como podemos ajudá-lo também nessa questão.

Compartilhar: